Como montar um negócio do 0

Olá minha cenoura refogada, como você está?

No finalzinho de 2020 eu fiz o curso “Como montar um negócio do 0”, das Jovens de Negócio e minha cabeça explodiu!

Acredito que esse curso pode ser interessante tanto para empreendedores quanto intraempreendedores, ou seja, aqueles que estão trabalhando numa organização e desejam evoluir no mundo corporativo.

Foram 11 aulas com assuntos diversos, separei nos tópicos abaixo. Boooooa leitura! :D

“Conhecimento é o maior minimizador de risco que existe.” (Breno Perrucho)

01. A mentalidade do empreendedor

Queridos, empreender não é apenas uma ação, é um estilo de vida. É você olhar para a realidade e procurar formas de inovar, solucionando problemas da sociedade.

Sendo assim, quais são as características que o empreendedor precisa ter para resolver os principais desafios sociais? 🤔

  • Horizontalidade: Capacidade de desenvolver conhecimento sobre diversas áreas diferentes;
  • Disciplina: Resistir às tentações momentâneas para ser recompensado a longo prazo.
  • Resiliência: Capacidade que cada pessoa tem para lidar com problemas, adaptando-se às mudanças, superando obstáculos e resistindo à pressão.
  • Antifragilidade: Se fortalecer a cada fracasso e adversidade
  • Se libertar do sistema: Questionar o status quo, sair do lugar de vítima e assumir a posição de hacker sociocultural.

Pense que o seu trabalho é um serviço público para deixar o mundo melhor. Seu retorno virá na mesma proporção do valor que você agrega para a sociedade.

02. Como ter uma ideia de negócios?

Pessu, muitos querem empreender, mas não fazem ideia por onde começar! Caso você se encontre nessa posição, um primeiro passo pode ser encontrar um problema e apresentar um valor.

  • Defina um público-alvo: Segmente sua galera (Para quem você vai vender?)
  • Crie um espaço de problemas X Espaço de soluções: Problemas — Dores do seu cliente (Porquê/Como); Soluções — Design, protótipos e descrições do seu produto ou serviço na forma como ele é usado.
  • Identifique a identidade do seu público: Converse com o seu cliente e descubra qual é a necessidade dele.

“Você não precisa fazer algo novo para ser inovador. Basta fazer o mesmo, de forma diferente.” (João Kepler)

03. A relevância do Brainstorming (Toró de palpites)

Para desenvolver um negócio baphônico você precisa ter ideias criativas. Para isso, você pode utilizar a técnica do brainstorming.

O brainstorming é uma sugestão de toneladas de ideias ao mesmo tempo que tem o objetivo de amplificar a parte generativa e diminuir a parte avaliativa do cérebro, através do pensamento coletivo do grupo.

Após ter um brainstorming (ou Toró de Palpites), escolha uma ou duas ideias dentro de cada categoria:

  • Escolha racional;
  • Mais provável para encantar;
  • Queridinha do grupo;
  • Tiro no escuro.

Escolha ideias que inspiram um protótipo físico, um protótipo digital e um protótipo de experiência. Agindo desse modo, você aumenta as chances do seu negócio ser um arraso!

04. Eu tô sozinho :( Ainda é possível fazer brainstorming?

Claroooo que sim, caro leitor! O Toró de Palpites é uma técnica utilizada para estimular a criação de soluções eficientes para problemas, podendo ser feito tanto de forma coletiva quanto individual.

Quando você quiser fomentar uma ideia criativa ou entender o panorama de um tópico de forma mais abrangente, corra para essa ferramenta! Você só precisará de papel, caneta e um objetivo explícito!

Passos do brainstorming solitário:

  • Defina seu problema inicial;
  • Quebre os problemas em partes menores, exaustivas e mutuamente excludentes.
  • Quebre as partes menores até gerar hipóteses.

“Insanidade é fazer as mesmas coisas e esperar ter resultados diferentes.” (Albert Einstein)

05. Branding

Agora que você escolheu uma ideia, você precisa criar um branding! O branding é a identidade da marca, ou seja, o valor agregado para a sociedade comunicado de forma dinâmica e expressiva, podendo ser:

  • Tangível: questão sensorial;
  • Intangível: representação mental que o próprio consumidor cria.

Mas Amandinha, como construir um branding arrasador?

Ótima pergunta, caro leitor! Você precisará

  • Construir a persona: nome, idade, onde mora, está num relacionamento?
  • Criar o universo da marca: série de elementos verbais e visuais que potencializam a mensagem
  • Desenvolver uma boa história: onde será? (cidade, campo, praia), como a história é contada? (tom de voz), personagens, elementos (objetos).
  • Escolher um arquétipo: padrões, imagens do nosso inconsciente.
Arquétipos

06. Entendendo o marketing

Leitor, falar de marketing não tem segredo! Ele é uma estratégia de venda que visa o crescimento de uma empresa, sempre buscando a interseccionalidade entre as partes de mercado, produção e comercial.

“Observar o comportamento das pessoas sempre será a melhor estratégia de marketing de uma empresa.” (Bia Almeida)

  • Produto: Tudo o que será usado para fazer a troca monetária (pode ser um serviço);
  • Preço: Define o posicionamento e a proposta de valor ofertada pelo produto.
  • Praça: Local onde as pessoas vão encontrar o seu produto;
  • Promoção: É a maneira de divulgação do produtor.

07. Estratégias digitais para alavancar seu negócio

Você está indo bem, conseguiu chegar num dos pontos centrais do empreendimento! Mas antes de alavancar seu negócio, é necessário entender os níveis de consciência do consumidor:

  • Alheio, não sabe que tem um problema;
  • Consciente do problema;
  • Consciente da solução;
  • Consciente do produto;
  • Interessado/Comprador.

Uma das grandes vantagens do mundo digital é a possibilidade de chegar mais fácil ao cliente, através do marketing de atração: Atrair; Converter/ Engajar (virar lead); Vender/ Fidelizar.

Lead: é um potencial cliente, ou seja, pessoas que demonstram interesse em adquirir o produto ou serviço de uma empresa, por meio do preenchimento de formulários online com seus dados de contato.

Para aumentar o número de leads, faça tráfego:

  • Não pago: orgânico, direto ou social (ex: marketing de conteúdo);
  • Pago: Reconhecimento da marca, consideração/engajamento, conversão (ex: Google Ads).

Para saber se as suas estratégias estão funcionado, de uma olhada nas métricas: Impressões (quantidade de vezes que um post foi visto); Compartilhamentos; Alcance; Likes; ROI (retorno sobre investimento) e ROAS (retorno sobre o investimento em publicidade).

08. Como montar e gerenciar uma equipe?

Seu negócio está crescendo, caro leitor! Está na hora de montar uma boa equipe. Mas antes de fazer a divulgação da vaga, responda três perguntas: Porquê? Como? Oquê?

  • Porquê: objetivo a ser alcançado, é o que vai definir a estratégia de crescimento.
  • Como: maneira que os colaboradores irão se comportar para que a empresa possa atingir seus objetivos (ex: valores da empresa).
  • Oquê: definição do negócio, é o produto ou serviço que será fornecido aos clientes.

Na hora de selecionar um colaborador, pense no:

Fit funcional: Habilidades técnicas;

Fit cultural: sintonia que o candidato tem com a cultura organizacional.

Se comporte como um líder e busque crescimento. Se você for excelente no que você faz, seus colaboradores seguirão os seus passos :)

09. Como executar uma ideia de negócio

Agora que você já desenvolveu a ideia e montou a equipe, bora soltar um protótipo do seu produto ou serviço!

De acordo com Breno Perrucho, o empreendedorismo tem 5 fases:

  • Vontade;
  • Ideia (MVP 333);
  • Projeto (ainda não dá lucro);
  • Negócio (te gera possibilidade de renda);
  • Empresa (quando as atividades são delegadas).

“Você já ouviu falar na síndrome da Toalha Molhada?”

Síndrome da toalha molhada: Sabe quando você lava uma toalha, torce e sai aquele montão de água? Se você fizer uma forcinha maior continuará saindo água e você retardará o momento de colocá-la no varal! A mesma coisa pode acontecer com o seu empreendimento…É você utilizar o “perfeccionismo” como justificativa para sempre melhorar, ajustar, consertar e NUNCA colocar o seu negócio para rodar.

Para evitar essa síndrome, utilize a técnica do MVP 333:

  • Rode 3 MVPs (Produto Mínimo Viável);
  • Em 3 semanas, colhendo 3 feedbacks;
  • Queimando 3 favores (peça ajuda para a sua rede!)

“MPV é a versão simplificada do produto final, cujo objetivo é testar o encaixe no mercado.”

Queridos, empreender é a maior fonte geradora de riqueza com o caminho mais rápido para atingir a liberdade financeira! Para aumentar as chances do seu negócio dar certo, desenvolva consistência, disciplina, foco, tempo e um growth mindset.

“Growth mindset é ter uma mentalidade de crescimento. É enxergar o mundo como uma deliciosa aventura, na qual podemos evoluir, adquirir equity (participação societária de uma empresa), gerar valor para a sociedade e transformar o ambiente.”

10. Conhecendo os modelos de negócios

Você já testou os 3 MVPs e agora precisa escolher um modelo de negócio, ou seja, a forma que você fará dinheiro!

  • B2C (Business to Consumer) X D2C (Direct to Consumer)
  • B2B (Business to Business);
  • B2G (Business to Government)
  • B2B2C (Business to Business to Consumer) — Marktplace (Plataforma online que permite acesso aos produtos e e serviços de outras empresas. Ex. Ifood)

Categorias de negócio:

  • Assinaturas: produto ou serviço entregue e cobrado com recorrência. Ex: Casas de research, google drive, clube Wine, revistas.
  • Vendas diretas: empresa vende para revendedores e os revendedores vendem para os consumidores. Ex: Natura, Jequiti.
  • Marketing multinível: As empresas que produzem produtos fazem dos seus clientes os seus principais agentes de marketing, tendo como foco o consumo recorrente. Ex: Hinode, Mary Kay, Pablo Marçal.
  • Franchising: modelo de franquias — uma marca fez um serviço tão bommmmm e replicável que outras pessoas pagam para replicar o negócio. Ex: Oakberry Açai Bowls, Burguer King.
  • Fidelidade: Estratégia para reter os clientes, dando bônus, presentes, prêmios. Ex: Nubank rewards, Cartão fidelidade.
  • Software development: Empresa especialista em T.I que desenvolve uma programação para outras empresas utilizarem, como aplicativos. Ex: VTEX, SINQUIA.
  • System As a Service (SAAS): Empresas que desenvolvem software e disponibilizam para outras empresas utilizarem. Ex: Amazon Web Services (AWS), GSuite.
  • Outsourcing: uma empresa presta serviço para outra que não deseja internalizar essa atividade (terceirização). Ex: jurídico, Recursos Humanos, Marketing. Ex: Contabilizei, Agências de marketing.
  • Consignação: Grandes varejistas dão oportunidades para os fornecedores colocarem os produtos em suas lojas sem que a empresa precise pagar. O faturamento ocorre quando o produto é comprado. Ex: Dafit, livros.
  • Intermediário de marketing de influência: empresas que tem em seu cadastro vários influenciadores, pessoas famosas e celebridades. As marcas que desejam anunciar seus produtos e serviços vão falar com os intermediários para fazerem a ponte entre a empresa e os influenciadores. Ex: SQUID.
  • Agenciamento: Influenciador que terceirizou o trabalho de organizar a sua agenda. Ex. NON STOP.
  • Adware: Monetização através de anúncios. Ex: jogos de celular.
  • Dropshipping: Vender um produto sem tê-lo no estoque, ou seja, o fornecedor envia diretamente para o consumidor final. Ex: Shopify.
  • Compras coletivas: Venda de promoções de experiências ou serviços por um baixo custo. Ex: GROUPON, Peixe Urbano.
  • Aluguel por assinatura: Você ganha o direito de receber um produto pela quantidade de tempo que você alugar. Ex: Rent the Runway’s; Alugar um vestido de noiva.
  • MKT Digital: Engloba marketing orgânico e pago. Ex: Youtuber, Afiliados (Amazon, Hotmart).
  • Amazon FBA: Você fabrica um produto e envia para uma central de estocagem da Amazon. Você pode expor seu produto para milhares de pessoas sem precisar se preocupar com estocagem, embalagem e despacho. Ex: Private Label: quando você contrata um fornecedor para criar um produto com sua marca (Ex: tapete de ioga com sua marca).
  • Freemium: Quando uma empresa consegue serviços que são gratuitos, mas tem alguma funcionalidade premium que é paga. EX: Spotify, Mailchimp, Zoom.
  • Lead Generation: Lead: quando um potencial consumidor deixa alguma forma de contato para a empresa (e-mail, telefone). Já Lead Generation é quando uma empresa compila produtos ou serviços de empresas diferentes, com o objetivo de redirecioná-las para outra plataforma. Ex: Buscapé, Decolar.com
  • Crowd Sourcing: Marketing place para diferentes propostas.

Crowd-learning: MKP B2B (Ex: Udemy) — A plataforma fica com uma comissão de toda a transação que é feita.

Crowd-funding: MKP B2C — Financiamento de pequenas empresas que estão buscando formas de financiar o seu negócio.

Crowd-labor: Conexão — juntar consumidores finais a freelancers. Ex: 99 freelas.

  • Isca e anzol: Empresas que oferecem um produto primário com pouca margem e depois um produto secundário com muita margem e com possibilidade de ser comprado com recorrência. Ex: Nespresso, Três Corações (máquinas de café — produtos primários, cápsulas — produto secundário).

“Quanto mais aprendemos, mais ganhamos.” (Breno Perrucho)

11. Formas de levantar capital para o seu negócio

Olha que maravilha: você desenvolveu uma mentalidade empreendedora, fez um toró de ideias, desenvolveu sua marca, pesquisou sobre marketing, testou 3 MVPs e agora quer levantar uma grana para o seu negócio!

Separei 5 diquinhas lacradoras para você arrasar nesse rolê:

  • Vendas de Participação/Equity: Pessoas que topam investir no seu negócio e receber equity (participação societária) em troca.
  • Empréstimos bancários: Solicitar uma quantidade para uma instituição financeira e pagar de forma parcelada.
  • Conseguir um fiador: Pessoa que tem recursos/ativos no banco e vai assumir todos os riscos do dinheiro que está sendo emprestado para você, caso você fique inadimplente com o banco.
  • Pré-vendas: Financiar o seu negócio vendendo um produto antes de fabricá-lo. Quem financia o produto é o próprio cliente.
  • Fornecedor financia seu negócio: Você pode pedir para o seu fornecedor primeiro mandar seu produto e somente depois você efetua o pagamento.

Lembre-se: antes de começar um negócio você precisa ter uma reserva de emergência (dinheiro básico de sobrevivência — 6 a 12 meses do seu salário).

Eiiii, empreendedor!

Parabéns por ter chegado até aqui! O Brasil está cheiiiiinho de oportunidades e precisamos de jovens ousados, criativos e disruptivos, que se posicionam como parte da solução dos principais desafios da nossa sociedade!

“Tanto aquele que diz que consegue, quanto aquele que diz que não consegue, estão ambos certos!” (Breno Perrucho)

Curtiu o artigo? Deixe suas palminhas, clicando até 50 vezes :) Aproveite para me seguir no Instagram, no Tiktok e no LinkedIn!

Formada em Relações Internacionais, Amanda empreende o PerifaSustentavel, é colunista da Agência Jovem de Notícias e atua como mobilizadora de redes do Youth Climate Leaders. Liderança Forbes Under 30, Amanda tem o objetivo de mobilizar jovens para construírem um planeta inclusivo, colaborativo e sustentável, através das redes Embaixadores da Juventude da ONU, Global Shapers Community e United People Global.

--

--

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Amanda da Cruz Costa

Amanda da Cruz Costa

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável