#13 Young Leaders Program — O Final

“Os que são loucos o suficiente para pensar que podem mudar o mundo, são os que realmente o fazem.” (Comercial da Apple)

Olá meu suquinho de maçã com gelo de coco :)

Chegamos na última aula do Young Leaders Program, um dos melhores treinamentos do Brasil para jovens líderes. Todo o rolê foi desenvolvido pelo Instituto Anga e contamos com a facilitação do Augusto Júnior durante a maior parte dos encontros.

Guto começou nossa última aula com a seguinte provocação:

“Qual é a liderança que você deseja ver no mundo?”

A real-oficial é que se as pessoas ao nosso redor não estão nos chamando de loucos, é muiiiiito provável que não estamos vivendo no potencial da criatividade imaginativa dos nossos sonhos.

Eu tô afim de mudar o mundo! Não de uma vez, óbvio, nem imediatamente e muito menos sozinha, mas sei, do fundo do meu coração, que dá para fazer a diferença e tornar o mundo um lugar melhor.

Ei leitora, bora sonhar com a utopia viável e caminhar para um sonho provável?

A gente tem que sonhar grande porque se não a nossa vida fica pequena.” (Vinicius Bueno)

Diferentes formas para tornar o mundo um lugar melhor estão sendo criadas e são constantemente aprimoradas. Uma delas é a Economia Donuts, criada por Kate Raworth, do Instituto de Mudanças Ambientais da Universidade de Oxford.

Kate propôs um sistema no qual as necessidades de todos serão atendidas sem esgotar os recursos do planeta, um contraponto possível ao crescimento ilimitado a qualquer custo.

A ideia central da Economia Donuts é fazer com que as metas econômicas atendam as necessidades humanas dentro de um limite que seja aceitável para o planeta.

Os 7 pilares da Economia Donuts:

  1. Mudar o objetivo: do PIB ao Donut;
  2. Analisar o quadro geral: do mercado autônomo à economia integrada;
  3. Estimular a natureza humana: do homem econômico racional a seres humanos sociais e adaptáveis;
  4. Compreender o funcionamento dos sistemas: do equilíbrio mecânico à complexidade dinâmica;
  5. Projetar para distribuir: “do reequilíbrio pelo crescimento” a uma concepção distributiva;
  6. Criar para regenerar: de “o crescimento limpará tudo de novo” a uma concepção regenerativa;
  7. Ser agnóstico em relação ao crescimento: de viciado em crescimento a agnóstico em relação ao crescimento.

A qualidade dos resultados gerados por um sistema, depende da qualidade de consciência das pessoas que operam este sistema.” (Brian Arthur, CEO Santa Fe Institute)

Liderança da sociedade

Ser uma liderança da sociedade é ter a capacidade de transformar a sociedade de maneira consistente, consciente e com visão clara para com as ações de impacto e do papel que desempenha dentro da mesma.

Nesse sentido, existem 3 grandes eixos:

  • Pensamento sistêmico: é a capacidade de enxergar de forma sistêmica sua relação com a sociedade e o papel de cada personagem dentro dos sistemas complexos.
  • Visão futura: é a visão do presente e do futuro em relação às mudanças que a sociedade passará e como se comportar num ambiente de constante mudança.
  • Consciência fractal: noção de similaridade entre sistemas simples e complexos e identificação de padrões que se repetem nesse sistema.

Está na hora da gente acreditar no futuro não apenas com um olhar romântico, mas também com um olhar pragmático, de construção e muita mão na massa! De acordo com o Guto:

“Temos de fazer o que precisa ser feito, sem importar a envergadura do desafio, desde que seja com imenso coração. É apenas nesse delicado aspecto de grandeza que o tamanho importa.”

E para finalizar essa série incrível de devaneios, reflexões e trocas, quero te convidar a assistir um vídeo que foi um abraço na minha alma, do Kid President:

“Acredito que sonhamos com o que estamos acostumados a ver. Eu decidi conquistar lugares que não me apareciam nem em sonho. Por mim e pelas próximas que virão.” (Lisiane Lemos)

Até a próxima, pessoal! :)

Se está curtindo aprender juntinho comigo deixe suas palminhas, clicando até 50 vezes. Aproveite para me seguir no Instagram, no Tiktok e no LinkedIn :)

Amanda Costa é ativista climática, jovem conselheira da ONU, delegada do Brasil no G20 Youth Summit e fundou o Instituto Perifa Sustentável. Formada em Relações Internacionais, Amanda foi reconhecida como #Under30 na revista Forbes, LinkedIn Top Voices e Creator, Global Shaper (Fórum Econômico Mundial), TEDx Speaker e hoje atua como apresentadora do #TemClimaParaIsso? um programa sobre crise climática.

--

--

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Amanda da Cruz Costa

Amanda da Cruz Costa

300 Followers

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável