#09 Young Leaders Program

Olá minha moqueca de banana da terra :)

Na nona aula do Young Leaders Program, o treinamento de jovens líderes do Instituto Anga, nos aprofundamos nas características necessárias para liderar equipes com excelência.

De acordo com nosso facilitador Guto, um gestor de sucesso seleciona as pessoas pelo talento e não apenas pela experiência ou inteligência, define os próximos passos do time, apoia cada integrante do seu time na busca pelos pontos fortes e ajuda sua equipe a se adequar ao trabalho proposto, se conectando genuinamente com cada liderado.

Nesse sentido, existe alguns princípios ara selecionar umm bom time, entre eles se destaca:

  • Repertório: experiência, formação, rede, visão de mundo.
  • Vontade de aprender: num ambiente dinâmico, seu time tera paixão pelo desenvolvimento.
  • Principio Jorge e Mateus — “o nosso santo bateu”: dar match entre o colaborador e gestor.
  • Diversidade e complementaridade: trazer pontos que agreguem valor a equipe.

Liderança 360º — Liderando sem o cargo

Para desenvolver uma liderança 360º, isto é, liderar pessoas que estão abaixo hierarquicamente de ti, seus pares e até mesmo seus superiores, é importante cuidar dos quatro pilares abaixo:

Liderar para baixo:

Você pode utilizar dois tipos de motivação:

  • Extrínseca: cenoura e chicote (recompensas e punições), não é durável a longo prazo.
  • Intrínseca: envolve propósito (as pessoas precisam entender o sentido do que elas fazem), autonomia (é necessário espaço para que erros possam ser cometidos) e maestria (as pessoas são incentivadas quando executam com excelência a tarefa que foi solicitada).

Liderar para o lado:

Quando você apoia outras pessoas, gera valor para o time e se mostra disponível, seus pares desenvolverão sentimentos de colaboração, confiança e relacionamento para contigo.

Entre dois gerentes iguais em competência, entrega e alinhamento, o que vai fazer um deles chegar a diretoria é a capacidade política, ou seja, navegar em diferentes ambientes.” (Augusto Junior)

Liderança para o alto:

Esse tipo de liderança envolve mostrar direcionamentos para o seu líder. Esss direcionamentos ocorrerão se você tiver:

  • Confiança: liberdade para escolher caminhos.
  • Comprometimento: vestir a camisa da organização.
  • Competência: mostrar seus resultados com frequêcia e sempre perguntar sobre os próximos desafios.

O melhor feedback é aquele que é dado como sugestão.” (Augusto Jr).

Trabalhar a liderança de outros é algo constante, não importa onde você está. Para ter uma carreira de impacto, lembre-se sempre de buscar o aprendizado e agregar valor para a sua organização nos três níveis (operaciona, tático e estratégico).

Se está curtindo aprender juntinho comigo deixe suas palminhas, clicando até 50 vezes. Aproveite para me seguir no Instagram, no Tiktok e no LinkedIn :)

Amanda Costa é ativista climática, jovem conselheira da ONU, delegada do Brasil no G20 Youth Summit e fundou o Instituto Perifa Sustentável. Formada em Relações Internacionais, Amanda foi reconhecida como #Under30 na revista Forbes, LinkedIn Top Voices e Creator, Global Shaper (Fórum Econômico Mundial), TEDx Speaker e hoje atua como apresentadora do #TemClimaParaIsso? um programa sobre crise climática.

--

--

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Amanda da Cruz Costa

Amanda da Cruz Costa

#ForbesUnder 30 | Conselheira Jovem da ONU | Dir. Executiva do Perifa Sustentável